Uso de celular nas cerimônias e festas de casamentos. Liberar ou não liberar?

O uso de celulares tem prejudicado as cerimônias e festas de casamentos por todo mundo
Muitas pessoas estão conscientes do uso necessário de seus smartphones e outros celulares. Pela infinidade de tarefas disponíveis, esses dispositivos móveis se tornaram indispensáveis não só aos afazeres diários, mas ao estilo de vida do público.
Entretanto, o uso exagerado desses aparelhos tem causado transtornos e incômodos a outras pessoas e em momentos distintos. E um desses momentos têm sido os casamentos.

De acordo com uma pesquisa feita por Anna Post, coautora do livro “Emily’s Post Wedding Etiquette, Sixth Edition (“Etiqueta de Casamentos de Emily Post, Sexta Edição”), o índice de empresas de cerimônias que exigem a proibição do uso de celulares em casamentos cresceu absurdamente desde 2010 nos Estados Unidos, inclusive em Ohio (estado no qual apresentou um dos maiores percentuais).

Fotógrafos e profissionais especializados, inclusive aqui no Brasil, se preocupam cada vez mais em alertar noivos e noivas sobre o incômodo do uso de câmeras fotográficas e celulares devido a flashes, braços estendidos em meio às fotografias e até barulhos de toques de mensagens ouvidos durante as filmagens do evento.
Mas como alertar os convidados sobre a não utilização do dispositivo móvel ou de qualquer outro acessório fotográfico durante a cerimônia? Todos querem registrar esse momento único na vida dos presentes, porém os flashes dos celulares se tornam inconvenientes.
Segundo o livro de Anna Post, algumas dicas podem ser úteis para prevenir essa ação exagerada.

A solicitação de não levar o celular já pode vir no convite. Essa informação prepara os convidados para evitar transtornos durante o momento especial.
Se preferir, Anna ainda afirma que pode ser anexado um aviso na entrada do local onde será realizada a cerimônia com os dizeres de “desliguem seus celulares”. Esse aviso pode ser feito por um padrinho ou alguém próximo dos noivos ou então fixar uma placa próximo ao local e ainda ressaltar a importância dos fotógrafos para registrar os momentos. Contudo, deve-se ter cuidado em como dizer aos convidados o ato de evitar o uso do celular, não causando constrangimentos e fazendo a solicitação de forma mais discreta.

Outra sugestão que pode ser discutida com a empresa de assessoria e cerimonial responsável pelo casamento é criar uma cabine de fotos para ser usada para fotografias com os noivos, familiares e padrinhos, como afirma Xochitl Gonzalez, cofundador da AaB Creates, responsável por eventos e matrimônios. Isso valoriza o serviço do fotógrafo e torna os convidados parte importante da ocasião dos noivos, sem deixá-los de sair sem algum registro ou documento nesse momento importante da vida deles. O importante, segundo ele, é não deixar que os convidados estraguem o álbum de fotos e que eles percebam quando estão estragando.
Anna Post também ressalta um pedido importante ao casal. Mesmo que os avisos estejam sendo claros, ainda sim pode haver convidados que façam uso dos smartphones durante o matrimônio. Contudo, não é conveniente deixar transparecer a inconveniência para o convidado.

Nessas horas, é benéfico solicitar ajuda da cerimonialista a alertar o convidado sobre o uso do aparelho e incentivá-lo a chamar o fotógrafo a tirar foto com os noivos.
fonte: terra noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *